Administradora de imóveis

Homem olhando para o notebook com olhar de dúvida. Ele está de roupas sociais e em ambiente empresarial

Uma administradora de imóveis faz o papel de intermediário entre o locador (proprietário) e o locatário (morador). A eles fica o encargo de fazer a vistoria, divulgar, ocupar e cuidar de todo o processo burocrático, além de serem responsáveis pelas transações financeiras. O proprietário fica isento de trabalhos administrativos e não precisa se preocupar com visitas ao imóvel e redação de contratos. 

 Os serviços oferecidos são:

Vistoria 

A administradora realiza um processo documental para averiguar o estado de preservação do imóvel, que vai de imagens da sala, até a verificação de estruturas hidráulicas, elétricas etc. Através deste processo pode-se verificar eventuais danos causados ao imóvel, seja por depreciação do tempo ou por mau uso. Fica também a encargo da empresa verificar se, no momento da devolução do imóvel, ele está nas mesmas condições em que foi entregue. 

Divulgação

O imóvel precisa chegar até o inquilino, os canais das administradoras, online e offline alcançam mais pessoas do que os de uma pessoa física. Graças a essa divulgação em maior escala, a propriedade tem mais chances de ser ocupada mais rapidamente. 

Apresentação

Cabe à administradora conduzir visitas de possíveis inquilinos ao imóvel. O proprietário não precisa estar presente. Este serviço poupa tempo e preocupação do locador, afinal seu bem estará em mãos profissionais e ele não precisará agendar, comparecer, nem negociar com o locatário.  

Documentação e contrato

A parte burocrática de uma locação fica toda sob responsabilidade da empresa, desde recolher documentação do locatário, à construção do contrato. Um acordo sem uma redação profissional pode permitir brechas e eventuais problemas entre o locador e o locatário, por isso é necessário um trabalho profissional, principalmente nesta fase.

Solução de problemas

Qualquer imprevisto ou ocorrência que aconteça no imóvel chega diretamente à administradora, e cabe a ela, juntamente ao inquilino, solucionar o problema. A empresa deve também fazer o intermédio entre locador e locatário caso seja necessário. 

Cobranças

Fica a encargo da administradora garantir os pagamentos do aluguel e repasses dos valores ao locador. Toda a parte financeira ligada a um aluguel é responsabilidade da administradora, inclusive a incumbência de realizar ações de despejos caso não seja cumprida a lei do inquilinato.  

A grande pergunta é quanto se paga por tudo issoO Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) estabelece que, para o serviço de locação, uma administradora tem o direito de cobrar o valor de até um aluguel como pagamento pelos serviços de vistoria, divulgação e trabalho burocrático. E uma taxa de administração que pode variar entre 8% e 10% do valor do aluguel pago pelo inquilino. 

Por que a Joy é diferente?

Porque garantimos o aluguel, condomínio e IPTU mesmo que o imóvel não esteja locado. Após o proprietário cadastrar o imóvel nós o visitamos e fazemos uma proposta de contrato de administração. Neste documento acordamos o valor que o proprietário receberá mensalmente por cinco anos. Para o locador, é uma garantia de que suas contas estarão pagas, sem deixar 8% do valor do aluguel em uma administradora.  

A Joy decora, mobília o apartamento e aluga os quartos individualmente. Fica a nosso encargo divulgar o imóvel, ocupá-lo e administrá-lo. O proprietário tem acesso a todo o processo, nossos métodos são 100% transparentes. 

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Instagram

Deixe uma resposta

Fechar Menu